Web Crash 2007

o que seria de nós sem ela?!

Muito para além da paródia que o filme divulgado aqui, no “The Onion”, pretende transmitir…sobre a “internetódependencia”, de que tantos sofremos, hoje em dia… fui mais uma vez levada a reflectir sobre as competências que o utilizador mais comum da internet desenvolve, com a sua utilização regular.

Jenkins e colaboradores, em Confronting the Challenges of Participatory Culture:Media Education for the 21st Century, entre outras, fazem referência à competência de “Multitasking”. Embora, por vezes passe despercebida, esta é uma competência que todo o utilizador comum da internet desenvolve e põe à prova de cada vez que utiliza os serviços que este tipo de tecnologia lhe permite.

Neste filme, o responsável pelo crash, foi um utilizador que tinha mais de 35 janelas abertas no seu computador. Ao mesmo tempo que comunicava por chat com os amigos, ainda fazia download de musicas, assistia a videos no Youtube, etc, etc…

É certo que a atenção que prestava a cada uma das suas tarefas não seria a maior, mas e o facto de ele conseguir focar a sua atenção em tanta coisa ao mesmo tempo, por mais pequena que seja (plos vistos suficiente para que tudo se processasse na sua cebeça!)?!

( e é homem!!!sim, desculpem..mas as mulheres têm uma espécie de poder sobrenatural…de prestar atenção a 50 coisas ao mesmo tempo…os homens já são mais limitados…)

Passo muitas vezes por experiências semelhantes…quer dizer..se calhar não tenho mais de 15 janelas abertas..até porque o Second Life é um bocadinho egoísta! mas..muitas abas do Firefox abertas (não são mais…porque o Netvibes é um porreiro!) , uma conversa no Sl, um amigo a chamar no msn…os josp no Skype (mas eles notavam quando eu estava em “multitarefa”..hehe)…

Advertisements

4 Responses to “Web Crash 2007”


  1. 1 mónica July 24, 2007 at 2:26 pm

    O que mais gostei no vídeo foi, decididamente, a ideia de fazer backup da internet (o que mais gostei nos teus comentários foi a afirmação da superioridade feminina, cientificamente provada: nós conseguimos, MESMO, desempenhar mais tarefas ao mesmo tempo; se isso é vantagem ou não, já é discutível :P)
    Fazer um backup da internet seria o mesmo que fazer um backup a um cérebro: os postos seriam os neurónios, digo eu, mas como fazer backup das milhares de ligações que ocorrem, por segundo, entre eles? O que define a internet, na nossa geração, não menos a quantidade de informação que nela existe mas mais as ligações, os links, as associações que nela se desenvolvem?

    Quanto ao crash, achei giro :D. Há dias estive sem net, durante uns poucos dias, e senti como que se estivesse sozinha no mundo. Não cheguei ao ponto de procurar panfletos com piadas 😀 (até porque não leio quase quase nenhum e-mail desse género), mas que foi complicado estar a estudar sem net, isso foi (e, Cacau, eu tinha os textos IMPRESSOS… raios, que dependência :P)
    Mas a ideia é gira. Continuo a defender a ideia (que não é minha) que um belo dia acordaremos sem quaiquer dados informáticos, sem multibancos a funcionar, sem computadores, sem telemóveis ou TV Cabo. Aí teremos – como acontece em TODOS os filmes apocalípticos made in USA – que voltar a usar o velhinho código morse. ‘há-de ser giro, há-de’ 😛

  2. 2 Carlos July 24, 2007 at 11:04 pm

    Essa da superioridade para desempenhar várias tarefas ao mesmo tempo tem muito que se lhe diga… 🙂

  3. 3 Olga July 24, 2007 at 11:25 pm

    😀

    as minhas observações e estudos estatísticos…é o que vêm confirmando!

  4. 4 mónica July 25, 2007 at 9:45 am

    “Essa da superioridade para desempenhar várias tarefas ao mesmo tempo tem muito que se lhe diga…”

    “(…)O cérebro masculino é especializado, possuindo menos ligações entre o hemisfério esquerdo e o direito do que o cérebro da mulher (…) Experimente falar com um homem enquanto ele [lava os dentes](…) o homem fica de pé frente ao lavatório, com os pés afastados e o corpo inclinado, mexendo a cabeça contra a escova de dentes. Se falar com ele, das duas uma – ou ele não a ouve ou tem de suspender a tarefa para conseguir responder-lhe(…)”
    fonte? Saber Viver, Janeiro de 2007 (adorei a “mexendo a cabeça contra a escova XD, um clássico)

    Carlos, já tentou por rimmel nas pestanas enquanto conduz, ao mesmo tempo que sintoniza o rádio do carro? (espero sinceramente que não :D)


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




parte do meu mundo

del.icio.us


%d bloggers like this: