Archive for December, 2007

2007

está mesmo a terminar…

Este foi um ano de grandes aprendizagens para mim. Quer ao nível profissional e académico, como de relações humanas.

O ano fica marcado pelo último beijo à minha Peta, mas também pelas pessoas novas que entraram na minha vida. na minha vida e no meu coração.

Fica marcado pelas oportunidades que tive a nível profissional, quer na Universidade (onde conheci pessoas fantásticas!), quer como professora dos meus pequenos graúdos, que me vão fazendo sorrir.

Fica marcado também pela mudança de ares. pelo contacto com um meio mais “podre” onde aqueles que têm a dança no corpo só precisam de uns minutos de atenção, para serem uns meninos tão mais felizes.

Fica marcado pelos desafios. Têm-me desafiado…tenho aceite…e está a correr bem. (menos o kizomba…ainda não sei dançar!)

Fica marcado por um medo que dizem que tenho. mas…2008 está ai.

e em 2008….

vou ter de dar conta dos desafios. o maior…escrever um livro. uma tal de tese.

os desafios profissionais. compromissos que me agradam e que vou ter de agarrar de frente. perder o medo. (2008…não pode ter tantos medos).

os desafios pessoais. a minha família. os meus amigos. a minha vida.

Desejo que 2008 seja um ano rico em sucessos para todos nós. E vai ser. 😀

identidades…

olga_ocacao_sofia.jpg

estranha esta conversa, para o dia de hoje, em que dveria estar a desejar a todos um ano cheio de sucessos…mas hoje calhou em conversa a questão das identidades. já há algum tempo que conheço uma apresentação que acho muito interessante, sobre o tema da identidade 2.0. pode ser vista aqui.

uma das questões centrais…é ..quem sou eu no mundo online?

será que sou a olga, a ocacao, olgacacao, ocacaovieria…e como é  a minha representação? Será a mesma do BI, da carta de condução, da minha avatarazinha ocacao?!

sobre estas questões..já tinha reflectido, como disse, há tempos.

não só sobre quem sou eu no mundo online, mas quem sou eu, como me tratam os meus amigos, que nome me chamam…

hoje reflecti sobre outra coisa…que me assustou até… então não é que eu tenho uma identidade 2.0 há quase 27 anos!? então não é que agora tenho uma “tripla” representação?!

se hoje eu vou na rua e posso encontrar amigos a chamar-me Olga, e outros Ocacao (sim..há quem me chame ocacao!), tenho-em esquecido dos que me chamam Sofia. e são tantos os que me tratam assim…e eu que me me conheço como Sofia há tanto mais tempo do que como Olga…

identidades. acho que não são identidades. são nomes…apenas nomes…a identidade, continua a ser uma e só uma. a unica que tenho. 😀

um dia sorridente

feito de palavras bonitas

colaboração, cooperação, partilha, comunidade…

parece que me vão acompanhar também por algum tempo. se calhr vou ter mais dias sorridentes. ou então, dias em que as palavras bonitas se vão tornar tão cinzentas e motivo de dor de cabeça, que vou querer esquecê-las.

espero que não seja em breve.

mas hoje não. não as esqueço. nem a elas, nem a ti que escreves para mim e a ti que me ouves, e também a ti que me lês.

Agradeci por ser lembrada, e também acabei com um agradecimento por me lembrar de ti.

Assim como gosto que se lembrem de mim, também gosto de me lembrar das pessoas. habituei-me agora a demonstrá-lo. Não custa nada. e torna o teu dia mais preenchido, e o meu também. 😀

hoje sou…

a Menina da Lua.

e são palavras como estas que nos enchem o coração, tornam os nossos dias mais quentes e brilhantes.

verde, tinha de ser verde

Mais um amigo na família. 🙂

Finalmente o Miguel decidiu abrir o seu espaço de partilha e comunicação! Obrigada. Já mereciamos notícias tuas.

Mais uma prova que esta vontade de partilhar, comunicar…veio pra ficar.

Mas verde?! tinha de ser verde…não podia falhar.

Feliz Natal

é o que desejo a todos vós!

Natal

 Que tudo seja uma explosão de alegria, fraternidade e generosidade 😀

na passada 5ª feira

fui até à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, da Universidade de Lisboa para assistir à conferência “e-Learning e Comunidades: no digital, mas mais além”, apresentada pelo Professor Doutor João Paiva, da  Universidade do Porto.

Embora tivesse chegado uns minutos atrasada, fiquei um pouco desiludida por não se ter abordado o tema das comunidades, tal como esperava que fosse.

 Falou-se no e-learning, na utilização das tecnologias no ensino, do usar as tecnologias para promover aprendizagens e não a aprendizagem das tecnologias per si, mas a questão social…a questão da inteligência colectiva, do conheciemnto partilhado em comunidade, que o digital tão bem pode promover…não ouvi nada (ou quase nada, salvo numa ou outra questão discutida no final)

tive pena…se cahar falou-se nos momentos em que estive ausente.

Valeu por  ter conhecido a Te, ou melhor a Teresa, amiga de “longa data”, aqui destes mundos virtuais. A conversa foi curta, mas a simpatia confirmada, e o entusiasmo por este mundo em mudança, um ponto comum confirmado!

Até breve. muito breve.


parte do meu mundo

del.icio.us