Archive for June, 2007

o encontro da semana anterior

Como tinha ficado combinado aqui, na semana que passou, tive o prazer de conversar mais uma vez com a Núria Pons (aka Debby Greggan).

A conversa na semana ainda mais passada, sobre os videojogos e a educação…tinham-me deixado com uma pulga atrás da orelha. Nesse dia, embora não muito atenta, pois na RL também tinha muito que fazer, os bocadinhos de conversa que consegui apanhar agradaram-me imenso. Pode ser que num outro dia se volte ao mesmo tema!

Mas..nesse mesmo dia ficou combinado um encontro para a semana seguinte, o tal para falar de Paulo Freire. Não faltei.

O aularium estava concorrido..a Debby preparou uma apresentação em PowerPoint…e lá estivemos nós. Uma “aula” com caracteristicas muito transmissivas. Embora a avatar da Núria se esforçasse por promover a discussão em torno do tema…estava difícil acompanhar.

pfreire_006.jpg

A dispersão foi enorme (a minha, claro!). Talvez pelo tema, pela forma como estava a ser introduzido…nao sei…mas o certo é que no Second Life..os amigos estão à distância de um IM, mesmo que estejam do outro lado do “planeta SL!”…e o professor nem vê 😀 (para todos os efeitos…estamos todos atentos!)

Ora..não serve isto para contestar o encontro..que também teve a sua parte rica, mais para o final, confesso, quando abandonámos o ppt..e demos asas à discussão! mas serve antes para falar do modelo de ensino subjacente a este encontro!

O tal…da transmissão, do aluno como uma esponja…a absorver a informação…não é tão cativante assim..nem na RL, nem na SL!

Portanto…fica de lado esta perspectiva, nas minhas práticas do próximo ano! Não pela Debby, não pelo encontro, não pelo Paulo Freire..mas apenas pelo modelo em si.

o meu projecto de dissertação

 

Há dias deixei aqui as primeiras novidades publicas sobre o que vai ser o meu próximo ano…aquele mundo ao qual suspeito que terei de dedicar mais tempo…

Sim, como a maioria dos meus amigos já previa, a minha dissertação de mestrado será em volta do Second Life. Serei mais uma das “investigadoras” que estuda o potencial educativo deste mundo virtual.

Embora inicialmente tenha pensado andar à volta das aprendizagens informais, acabei por cair um bocadinho ao lado.

São as aprendizagens formais, e mais concretamente os modelos de ensino, no Second Life, que vão ser merecedores da minha atenção.  Pretendo implementar e analisar, descritivamente, as práticas decorrentes da implementação de um determinado modelo de ensino, no Second Life, com alunos do ensino superior.

Mais uma vez conto com a ajuda da minha avatar 😀

ocacao_sl.jpg

Se inicialmente, com o meu projecto, eu pretendia analisar duas perspectivas distintas de ensino (sim..analisar, não comparar!), neste momento proponho-me à análise apenas de uma delas. Uma perspectiva mais actual e inspirada em vertentes socio-construtivistas da aprendizagem!

O modelo de ensino que “abandonei” – o modelo transmissivo, com o habitual ppt, e alunos atentos a absorver o que o professor transmite- embora me pareça (pelo que já observei, e tive oportunidade de comentar)  ainda muito frequentemente utilizado no Second Life, não traria nada de novo, e seria até desmotivante para os alunos envolvidos no processo (não gosto de tirar conclusões..assim tão precipitadas, mas..pela experiência da semana anterior…já explico!)

Não sei se o projecto se vai manter, tal como está neste momento, mas na próxima sexta terei oportunidade de ouvir mais comentários e sugestões, que espero, me possam ajudar a chegar a bom porto! ou seja..como dizem..ainda com mais dúvidas do que as que tenho hoje! 😀

ainda o S.João

Ainda no rescaldo do São João..tenho de dizer que sim, este ano passei-o no Porto!

Embora a festa na minha cidade também seja muito boa, e tenha marcado bastante os meus tempos de adolescente, este ano também me diverti imenso!

Agradeço a companhia de todos, e a boa disposição que me proporcionaram ao longo de todo o dia, noite, manhão..e por ai em diante! 😀

Ah..amarelo…sem duvida a cor da noite 😉

Uma experiência a repetir!

A Cleo tem um blog!

O“Education in virtual/real worlds – my second life and the first one ]e mais um dos blogs que vou passar a consultar frequentemente!

A Cleo Bekkers representa, virtualmente, a doutora Teresa Bettencourt, que tem dedicado grande parte da sua vida à investigação do potencial da tecnologia na Educação. Neste momento, um dos seus campos de investigação centra-se no ensino em ambientes virtuais, mais especificamente no Second Life.

Boas pesquisas e boas reflexões, Cleo!

out from the deep

Já tenho uma Tag Cloud!

Graças à dona desta caixa reparei que já conseguia colocar uma tag cloud no meu blog.

Desde o primeiro dia, que na minha cabeça, esta funcionalidade fazia parte, mas os senhores WS parecia que não me queriam fazer a vontade!

Lá me tive de contentar com as categorias…sim..porque parece-me que pelos lados da WS vai uma grande confusão com tags e categorias!

O primeiro contacto que tive com as “TAG” foi através de uma explicação que pode ser encontrada aqui:

“Em vez de ser utilizada uma forma hierárquica e centralizada de categorização de informação (taxonomia), as pessoas escolhem simplesmente palavras-chave (TAGS, ou etiquetas) que melhor dão um significado ao objecto (texto, imagem ou som) que pretendem classificar, numa semântica mais clara e objectiva. “

Já posteriormente..gostei da ideia de associar a tag a um “post-it” em contraste a uma “gaveta” que seria a categoria!

Embora tenha a nuvem de tags (vêem, ali do lado direito?!) não sei bem se assim lhe deva chamar, porque neste caso..não passa de uma nuvem de categorias…que chatice!

Espero que daqui a uns dias esta confusão possa ficar resolvida e o meu blog “tagável”!

Blogs na educação

Não..não vou aqui falar do seu potencial, nem como podem ser utilizados. Estou cansada hoje!
Mas deixo aqui uma algo que achei “delicioso”…encontrei esta apresentação no Mir@gens e não resisiti a publicá-la aqui também! e não é que foi feito por uma pessoa que cada vez mais me surpreende pela positiva?!

A Te é uma caixinha de surpresas. Ela é uma amiga pessoal da ocacao (na 2ª vida, lá está!), mas a Olga não  resistiu em “cuscar” o Tempo de Teia onde teve oportunidade de conhecer a Teresa um pouquinho mais de perto! E olhem que vale mesmo a pena conhecer uma pessoa assim. (*o teu jardim deve ser fantástico..)


parte do meu mundo

évora 2009 (19)

More Photos

del.icio.us